Artigos

Preparação de cozinhas profissionais e estabelecimentos alimentícios

Cozinhas e estabelecimentos alimentícios são os locais de maior prioridade quando se fala de higiene, limpeza e dedetização. O manuseio e preparo de alimentos deve ser uma atividade de altíssimo rigor, evitando todo e qualquer tipo de contaminação. Na hora de contratar os serviços de uma dedetizadora, os proprietários e funcionários de estabelecimentos alimentares devem tomar algumas medidas de proteção para que o atendimento seja realizado da forma mais eficaz e produtiva.

Cuidados antes da dedetização:

  • Prepare o local a ser dedetizado deixando armários abertos e vazios, prontos para a aplicação dos produtos;
  • Guarde na despensa ou no estoque os alimentos que normalmente ficam expostos;
  • Não deixe alimentos nas pias, fogões, máquinas de lavar louças ou prateleiras;
  • Retire do local pratos, talheres, utensílios, eletrodomésticos portáteis, material afixado nas paredes e demais objetos. Caso não possua espaço suficiente para o armazenamento provisório destes, coloque os objetos em sacos de lixo de 50 litros, duplamente ensacados e deixados no centro da cozinha, em cima de uma das mesas ou bancadas;
  • Se possível, oriente um dos funcionários que esteja disponível para eventual auxílio da equipe no manuseio do ambiente;
  • Mantenha armários de uso pessoal e vestiários dos funcionários vazios

Cuidados imediatos após a dedetização:

  • Após a aplicação do produto, mantenha o ambiente vazio pelas próximas seis horas seguidas, com janelas e portas abertas e maior ventilação possível

Cuidados após seis horas de aplicação do veneno:

  • Realize a limpeza do ambiente com água e detergente;
  • Lave os utensílios que ficaram na cozinha e que foram armazenados nos sacos plásticos;
  • Evite remover o gel que ficou depositado, pois ele é um poderoso aliado no controle das pragas;
  • Evite contato com as paredes ou qualquer tipo de poça d´água onde haja aplicação do produto;
  • Mantenha o local ventilado o máximo possível, minimizando o cheiro do produto;
  • Em caso de enjoo ou mal estar, recomenda-se que a pessoa fique o mais longe do ambiente possível. Caso a indisposição persista, procure atendimento médico com o certificado do serviço em mãos, pois este contém toda a descrição dos grupos químicos utilizados, auxiliando no tratamento.

Se você tomou todos esses cuidados – antes e depois da dedetização, PARABÉNS! Você ajudou a manter o seu local de trabalho protegido e livre das pragas. Se mesmo com essas dicas você ainda tiver dúvidas, entre em contato com a equipe da Dedetizadora Brasil: (61) 3041-3456. Nós teremos o maior prazer em ajudá-lo!